segunda-feira, 31 de julho de 2017

Sete Minutos depois da Meia Noite

Sete Minutos Depois da Meia Noite (A Monster Calls, 2016). Dir: J.A. Bayona. Disponível na Netflix. Está classificado como "infantil", mas é um bom drama com toques fantásticos que conta a história de Connor (Lewis MacDougall, ótimo) um garoto que está passando por maus bocados; a mãe (Felicity Jones) está com uma doença terminal, mas os médicos ainda estão tentando alguns tratamentos.

Na escola, Connor é surrado diariamente pelo valentão da sala. O pai, que mora nos Estados Unidos, vem visitar e diz que não há lugar para ele nos EUA. A avó (a grande Sigourney Weaver) é rígida, exigente e quer que Connor se mude para a casa dela. Diante de tantos problemas, Connor se refugia nos desenhos que faz à noite. É então que ele começa a ser visitado por um enorme monstro que sai de uma árvore centenária que Connor vê da janela. O monstro tem a voz de Lian Neeson e começa a contar algumas histórias para Connor, lindamente ilustradas em belas sequências de animação. É verdade que, às vezes, a mensagem do filme fica evidente demais e o filme poderia ter sido mais sutil na fantasia, mas é extremamente bem feito, triste e sério.


João Solimeo

Um comentário:

Emma Oliveira disse...

O roteiro de Patrick Ness, que também escrevera o livro no qual o longa é baseado, faz um ótimo trabalho ao apresentar o protagonista e deixar sua condição sabida desde o princípio, criando um imediato vínculo do espectador com o personagem, que passa a entender a dor pela qual o garoto está passando. 7 Minutos Depois da Meia Noite filme é um dos melhores do gênero de drama que estreou o ano passado. É impossível não se deixar levar pelo ritmo da historia. Adorei saber sobre o grande elenco do filme, quem fez possível a empatia com os seus personagens em cada uma das situações. Sem dúvida a veria novamente.